Mariscal, o famoso bairro festeiro de Quito

Todo mundo que vai à Quito, quando pesquisa um pouco sobre os pontos turísticos da cidade, acaba caindo no bairro de Mariscal.

Mais conhecido por Gringolândia, Mariscal é o bairro das festas, que enche de turistas e estrangeiros que buscam um agito no final de semana.

Bom, mesmo não sendo muito fãs de festa, enquanto estávamos planejando nossa viagem para Quito, decidimos nos hospedar em um hostel por lá, por que não tínhamos informações de outro bairro legal, a não ser o Centro Histórico.

Noite no bairro de Mariscal, em Quito, Equador (fonte: fragatasurprise.com)
Noite no bairro de Mariscal, em Quito, Equador (fonte: fragatasurprise.com)

Nós ficamos no Blue House Youth Hostel, um dos mais baratos da cidade. Dividimos quarto de 6 pessoas, e o hostel entregava tudo muito bem. Gostamos muito de lá.

Leia também:
Onde se hospedar em Quito (dicas de bairros!)

A experiência foi boa, e temos dicas e informações para compartilhar com vocês 🙂

Blue Yout Hostel em Quito (fonte: tripadvisor.com)
Blue Yout Hostel em Quito (fonte: tripadvisor.com)
Café da manhã no Blue Youth Hostel
Café da manhã no Blue Youth Hostel
Área comum do Blue Youth Hostel (fonte: hostelworld.com)
Área comum do Blue Youth Hostel (fonte: hostelworld.com)

Mariscal, o bairro mais famoso de Quito

Para quem curte uma festa!

Os dois bairros conhecidos de Quito, são o Mariscal e o Centro Histórico. A diferença é que no Centro Histórico não tem muita coisa para fazer à noite, mas sinceramente, ambos são meio assustadores quando fica escuro, haha.

Nós chegamos na cidade em um domingo, quando não tem naaada para fazer lá, fica tudo fechado. Então, não espere por um lugar 24 horas e sempre agitado, como em algumas cidades grandes do Brasil, rs. Mas a partir de quinta-feira, as coisas começam a esquentar.

Dentro de Mariscal existem muitas casas noturnas, karaokês, bares, cafés, restaurantes e hostels. Um ótimo lugar para comer bem e se divertir.

Mas não espere entrar em contato com a cultura local, o bairro é bastante frequentado por estrangeiros. E por ser um lugar visado, existem alguns relatos de pessoas que já sofreram furtos, e outros golpes.

Bairro Mariscal durante a noite (fonte: tripadvisor.com)
Bairro Mariscal durante a noite (fonte: tripadvisor.com)

Sinceramente, achamos o clima meio barra pesada, você anda na rua e a galera te oferece drogas e prostituição à céu aberto.

Por isso, para quem não curte muito uma loucura, rs, recomendamos que você conheça o bairro apenas como ponto turístico mesmo (existem outros bairros mais legais de se hospedar). Agora se você não liga, e gosta de festa, encontrou o seu lugar 😉

Localização

Muito bem localizado

O bairro de Mariscal está realmente muito bem localizado. O Blue House Youth Hostel (onde ficamos hospedados), ficava do lado da Avenida 6 de Deciembre. Nesta avenida, você pode pegar um ônibus que vai direto para o Centro Histórico.

Chegar do aeroporto e dos terminais de ônibus também é bastante fácil. E dali, táxis e ubers ficam bastante acessíveis para outros pontos turísticos da cidade.

Pegando ônibus para sair do aeroporto de Quito, para o bairro de Mariscal
Pegando ônibus para sair do aeroporto de Quito, para o bairro de Mariscal

Quer saber como chegar no bairro de Mariscal pelo aeroporto? Nós detalhamos direitinho no post abaixo:
Aeroporto de Quito – Como chegar e sair

E para quem curte uma experiência mais cultural e alternativa, o Bairro La Floresta fica do lado, e você pode ir até a pé 😉

Bairro de La Floresta em Quito, Equador
Bairro de La Floresta em Quito, Equador

Comércios

Boas opções de mercado

Dentro de Mariscal existe um Mercado Municipal, onde você encontra todo tipo de variedade de frutas, legumes e outros alimentos. Na hora de comprar, pesquise bem os preços, pois eles podem te cobrar um pouquinho mais, por ser turista.

Existem também outros mercados, e pequenas tiendas (os famosos mercadinhos). Como é um bairro mais turístico, as coisas acabam ficando um pouquinho mais caras.

E para quem gosta de fazer compras, o bairro não é o melhor lugar para isso. Táokey? 😉

Bairro El Mariscal em Quito no Equador
Bairro El Mariscal em Quito no Equador
Vida noturna no bairro de Mariscal, em Quito no Equador
Vida noturna no bairro de Mariscal, em Quito no Equador

Atrativos

A noite equatoriana

O bairro é famoso mesmo por suas inúmeras baladas, bares, pubs, restaurantes e etc… Então a partir de quinta-feira, existe muuuita opção de coisa para fazer à noite, por lá.

Para se localizar melhor, comece explorando à partir da Praça Mariscal Foch, a praça mais famosa do bairro. As pessoas costumam se encontrar por lá, e ela fica bastante agitada aos finais de semana.

Mas como a nossa viagem era mais econômica, e bebida e festa normalmente pesam no orçamento, nós não fizemos nada lá. Nem bebemos (bebida em dólar é uma facada no coração), rs. Apenas aproveitamos um dia de restaurante, em um restaurante vegetariano.

Existem boas opções de comida por lá, para veganos e vegetarianos também #FicaDica.

Ótimas comidas no bairro de Mariscal, em Quito no Equador
Ótimas comidas no bairro de Mariscal, em Quito no Equador
Vida noturna no bairro de Mariscal, em Quito no Equador
Vida noturna no bairro de Mariscal, em Quito no Equador
Bairro de Mariscal em Quito
Bairro de Mariscal em Quito

Nossa opinião

O bairro mais acessível

Sendo sincera, se fosse para escolher onde se hospedar, eu gostaria de ter ficado nos bairros de Guápulo (nós até passamos uns dias lá) ou La Floresta, que são muito mais culturais e locais.

Mas, em termos de dinheiros, em Mariscal você vai encontrar opções mais baratas de hospedagem. Por isso, grande parte de nossa estadia em Quito, foi lá 😉

Quer mais dicas e informações sobre Quito? Nós fizemos uma viagem de 2 meses e meio pelo Equador, e temos muita coisa para compartilhar <3

Clique aqui para ver mais posts sobre a capital do Equador. E se tiver alguma dúvida, manda nos comentários. Nós vamos adorar e te ajudar 🙂

Bairro de Mariscal em Quito, no Equador (fonte: tripadvisor.com)
Bairro de Mariscal em Quito, no Equador (fonte: tripadvisor.com)
Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

Quer deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *