Qual é a moeda do Equador?

Antes de viajarmos para este lindo e pouco conhecido país da América do Sul, uma dúvida apareceu. Qual seria a moeda do Equador?

A resposta seria mais simples do que imaginávamos, porém, pediria mais atenção na hora do câmbio.

Moeda do Equador – Sucre ou Dólar?

País barato, moeda cara

A moeda utilizada no Equador é o dólar americano!

Um pequeno problema para nós brasileiros, que sofremos com as variações cambiais entre real e dólar.

Mas a boa notícia, é que o Equador é um país barato, com valores normalmente mais baixos do que no Brasil (um exemplo são os transportes públicos).

Por isso, quando for ao Equador, troque os reais no Brasil e leve somente dólares. E de preferência, leve dinheiro em espécie, pois assim os gastos com impostos são bem menores, em comparação à cartões de crédito e débito.

moeda equador
moeda equador

Por que o Equador usa dólar?

Solução para inflação do Sucre

O Equador sofreu uma crise, inflação e desvalorização do sucre (antiga moeda do país) na década de 1990, e à partir dos anos 2000 decidiu adotar o dólar como moeda corrente.

E por que decidiram adotar o dólar?

Acontece que a não emissão de dinheiro próprio, e o não controle da política monetária do país podem ajudar a conter a inflação, dificultando o descontrole dos preços.

Mas esse processo traz alguns problemas. Em situações que o estado precise de dinheiro, como por exemplo, para a recuperação do país em desastres naturais, o governo terá que recorrer às reservas em moeda estrangeira e não poderá emitir notas a curto prazo.

Além disso, o país fica à mercê das políticas financeiras do país que as fabrica, que no caso, é os Estados Unidos.

Quer saber um pouco mais sobre o Equador? Veja as dicas que separamos sobre esse país, que é pouco falado, mas vale muito a pena conhecer!

Pensando em visitar o Equador? Veja outros posts que podem te ajudar 😀

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

Quer deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *