Walking Tour no bairro de Bairro La Floresta

Veja como foi nossa experiência com o pessoal do Quito Street Tours pelo Bairro de La Floresta. Um dos melhores Walking Tours que fizemos, em um bairro que nem imaginávamos passar.

Walking Tour pelo bairro La Floresta

Tour pelo bairro mais alternativo da capital equatoriana

Dificilmente em uma viagem você vai ter tempo para conhecer toda a história de uma cidade, ainda mais da capital de um país como é o caso de Quito. Por isso indicamos que você faça como a gente, realize um Walking Tour pelo bairro de La Floresta.

Fazer um Walking Tour só tem benefícios, olha só:

  • Você aprende mais da cultura local
  • Entende a história por trás dos pontos turísticos da cidade
  • Visita pontos artísticos que nenhum guia de viagem vai te mostrar
  • Chance de encontrar uma galera gente boa
  • Incentiva o turismo local da cidade, motivando os guias a seguirem esse trabalho
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Quito Street Tour

A melhor experiência de walking tour que tivemos

Por um acaso, em nosso hostel encontramos um folder escrito “Quito Street Tour. Walking Tour em Quito para pessoas que adoram aventuras culturais e de alta qualidade”.

Entramos no site, e ficamos bem interessados no estilo de turismo que eles ofereciam, e logo fizemos a reserva para no outro dia fazer o Walking Tour pelo bairro La Floresta.

Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Como participar do Quito Street Tour pelo Bairro La Floresta

Cadastre-se no site, e no final dê uma gorjeta 😉

O primeiro passo é se registrar no site do Quito Street Tour, e reservar seu espaço para o tour. Caso não tenha tido
tempo, basta chegar no ponto de encontro, quee na maioria das vezes terá espaço para você, mas não é garantido que o tour vá ocorrer todos os dias.

O ponto de encontro é as 10h, em frente ao hotel Swiss Hotel, que fica no bairro de La Floresta, há 15 minutos andando do bairro Mariscal.

Martín, guia do tour

Martín, o guia, tinha se formado há pouco tempo na faculdade de Artes, e é apaixonado por arte de rua.

Quando descobriu que éramos de São Paulo, nos mostrou toda a sua admiração pela arte urbana paulista, e principalmente pela “polêmica” arte de pixação que temos na maior cidade da América do Sul.

Martín foi um guia incrível, nos contou tudo sobre a arte e a cena underground de Quito, e nos contou tudo sobre o bairro de La Floresta. Se você também se interessa por esses temas, o tour vai ser um ótimo passeio.

Bairro de La Floresta - Quito Street Tour

Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Mariscal e La Floresta

O tour começou com Martín nos explicando um pouco sobre as diferenças entre os bairros de Mariscal e La Floresta. Apenas 10 minutos de caminhada separam os dois bairros, que são completamente diferentes.

Enquanto o bairro de Mariscal é pouco arborizado, sendo movimentado por diversos bares, mercadinhos, turistas, mochileiros, baladas, e muita bebedeira, o bairro de La Floresta é praticamente o contrário. Como o próprio nome já sugere, é um bairro bastante arborizado, muito tranquilo, e com casas de linda arquitetura.

Assim como Mariscal, também possui muitos bares, porém com um clima mais boêmio, com música ao vivo, na maioria das vezes tocando Blues ou Jazz.

Moradores do Bairro La Floresta

Martín seguiu nos contando sobre os moradores do bairro, que em sua maioria já vivem por lá há bastante tempo, e possuem um grande amor e identificação com o local.

Os moradores costumam se organizar para fazer mudanças no bairro por eles mesmos.

Exemplo disso foi nossa primeira parada, onde no lugar de uma vaga para carro, estavam dois vasos de plantas feitos de concreto e ambos grafitados. Martín nos disse que essa foi uma intervenção artística feita pelos moradores que queriam passar a mensagem, de que querem menos carros no bairro e no mundo também.

Logo em seguida, fomos para um espaço onde todas às quinta-feiras são comercializados produtos orgânicos com preços mais em conta do que os do mercado, também uma forma dos moradores conscientizarem as pessoas da qualidade dos produtos orgânicos.

Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Os Grafites de La Floresta

Seguimos andando pelo bairro, explorando os lindos grafites, e nos sentindo privilegiados por ter Martín como nosso guia, que nos explicava a história e a mensagem de cada grafite.

Durante o tour vimos muitos grafites que gostamos, e destacamos os dois das fotos abaixo.

  • No primeiro, a artista tem o objetivo de nos fazer sentir a alma que todos nós temos
  • O grafite dessa vaquinha, que ficou famoso e se espalhou por todo o Equador
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Walking Tour Quito - Bairro de La Floresta - Quito Street Tour
Walking Tour Quito – Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Cinema de La Floresta

Nossa próxima parada foi no Cinema do Bairro La Floresta.  A arquitetura do cinema é muito bonita, e começa do lado de fora, com um grafite desenhado por uma artista que teve como inspiração  diversas visões obtidas durante um ritual de ayahuasca.

O cinema é focado em passar filmes e documentários que exaltam a cultura artística independente. Nada de filmes hollywoodianos por aqui!

O espaço por dentro também possui um cafézinho, com diversos bolos e salgados de deixar com água na boca!

O preço das sessões sai bem em conta com preços variando de $2 a $5 por pessoa. Não tivemos tempo de ver um filme, mas vontade não faltou.

Cinema do Bairro de La Floresta
Cinema do Bairro de La Floresta
Cinema do Bairro de La Floresta
Entrada do Cinema do Bairro de La Floresta
Cinema no Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Cinema no Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Pacari, um dos melhores chocolates do mundo

Estávamos curtindo muito o tour e pensando que dificilmente poderia ficar melhor, mas nos enganamos. Andamos mais um pouco, até chegar na fábrica de chocolates Pacari.

E nada de pensar que era uma fábrica com diversas máquinas e tudo mais, entramos por uma porta de garagem, e nos preparamos para degustar os deliciosos chocolates equatorianos.

Não conhecíamos e muito menos imaginávamos, mas outra força do Equador é a qualidade do seu cacau. Cada região desse pequeno país possui tipos diferentes de cacau que são exportados para o mundo inteiro.

Pacari é uma das marcas mais famosas de chocolate do país, inclusive já foi considerado o melhor chocolate do mundo.

Provamos vários tipos de chocolate, de graça! E só de lembrar do gosto, a boca já saliva hahah.

Quando estiver por aqui não perca a chance de provar esse delicioso chocolate, e também os chocolates quentes que são feitos de puro cacau.

Chocolate Paccari – Quito Street Tour

Juan, o artista da favela!

Andamos até chegar em uma região mais humilde do bairro. Fomos então recepcionados por um senhor com sorriso de orelha a orelha, e que transmitia uma energia incrível. E junto dele um cachorro que corria para todo o lado sempre pedindo carinho.

O senhor se chamava Juan, e vive na mesma casa há mais de 40 anos. Na casa, Juan produz diversos tipos de arte com materiais reciclados, inclusive sua casa possui diversos móveis construídos por ele.

Além de tudo isso, Juan também pinta lindos quadros, e nos disse que pintar faz sua alma se acalmar.

Juan Artista do Bairro de La Floresta
Juan Artista do Bairro de La Floresta
Casa do Juan no Walking Tour do bairro de La Floresta
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

A ignorância da homofobia

Ao lado de sua casa estava uma intervenção artística feita por diversos moradores do bairro, uma intervenção triste, e que te faz refletir como o ser humano consegue ser ignorante.

Em 2017 um morador do bairro foi assassinado, e até hoje o caso não foi resolvido, porém a principal suspeita é da motivação do crime ter sido a homofobia.

Esse morador era um artista que costurava suas próprias roupas e amava andar de vestido. Sua alegria acabou por incomodar algum ignorante que cometeu o crime, e o pior de tudo é o caso não ter sido solucionado até hoje.

O que se vê nas fotos são pedaços de roupas que o artista costumava usar, e o símbolo de fada era o que mais o representava.

Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Visitando uma Horta Orgânica e conhecendo Eva

Nossa última parada do tour foi conhecer uma horta orgânica, chamada Horta y La Maquina. Por aqui se incentiva que as pessoas tenham suas próprias hortas sustentáveis, oferecendo diversos materiais que facilitam esse processo.

Além disso conhecemos Eva, uma indígena que se formou em Artes na mesma faculdade que Martín, e que nos explicou tudo que rolava por lá.

Eva começou super tímida mas depois foi se soltando, e nos contava sobre o poder medicinal das plantas. Parte do conhecimento aprendido com sua própria família.

Nos falou sobre diversos usos possíveis das plantas, e nos explicava tudo com um brilho intenso nos olhos.

Eva seguiu animada e nos mostrou diversos quadros com animais e insetos que representam a fauna equatoriana. E no final nos deixou até tirar uma foto sua 😀

Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

O feminismo espalhado pelas paredes de Quito

Para finalizar o tour, visitamos grafites que exaltavam a força feminina! Segue as fotos abaixo!

Esperamos que você tenha gostado do tour, e qualquer sugestão ou dúvida só mandar aqui pra gente nos comentários 😀

Grafites do bairro de la Floresta no Quito Street Tour
Grafites do bairro de la Floresta no Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour
Bairro de La Floresta – Quito Street Tour

Finalizamos o tour por aqui, e depois de aproveitarmos tanto, demos uma gorjeta para Martin, para que o projeto do Quito Street Tour possa continuar acontecendo.

Os Walking Tours, costumam ser gratuitos, entretanto são as gorjetas que os mantém em atividade. Por isso, não deixe de contribuir com um turismo mais cultural.

Pensando em visitar o Equador? Veja outros posts que podem te ajudar 😀

Paulistano de 28 anos, que ainda mora em São Paulo, e idealizador da empresa Prana Criativa. Alguém que só percebeu o tamanho do mundo quando colocou pela primeira vez a mochila nas costas, e a partir de então passou a enxergar o mundo em uma outra perspectiva. Uma perspectiva menos “de eu” e mais “de todos”. Uma pessoa que vive em uma utopia de crer que o mundo pode ser um lugar diferente.

Quer deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *